Sistema de gás em apartamento: saiba como funciona antes de mudar para um

Apesar de não ser obrigatório, é muito comum encontrar sistema de gás em apartamento, principalmente em grandes condomínios. Entretanto, esse sistema precisa de alguns cuidados, essencialmente no que diz respeito à manutenção.

Assim como em residências ou em apartamentos que utilizam o tradicional botijão de gás, que é altamente inflamável, o sistema de gás em apartamento também pode oferecer riscos para a segurança do condomínio, principalmente quando ele é mal instalado ou não recebe a manutenção adequada.

Por isso, antes de se mudar para um apartamento que possua um sistema de gás encanado, é fundamental entender mais sobre como funciona, quais são as vantagens e os cuidados que precisam ser tomados para que ele seja seguro.

Principais usos do gás encanado

homem fazendo manutenção em sistema de gás

Vale ressaltar que o funcionamento do gás encanado depende de como a construtora montou o sistema. Quando se trata de um novo empreendimento, o comum é a construtora montar um complexo que atenda todos os apartamentos e demais espaços do condomínio de maneira integrada, através de uma tubulação de cobre ou aço carbono.

Porém, também é possível encontrar empreendimentos em que o serviço de gás canalizado é feito de forma individual, ou seja, particular para cada apartamento. Nesse modelo, o gás pode ser proveniente das ruas, ou através de uma grande quantidade de botijões GLP montados nas instalações térreas do condomínio. 

Independentemente do modelo de montagem da distribuição de gás no edifício, o sistema de gás encanado é prático e pode ser utilizado de diferentes maneiras dentro do apartamento. Naturalmente, a função mais conhecida é a mesma que o botijão de gás oferece, ou seja, para fornecer “energia” para que o fogão seja utilizado no dia a dia.

Entretanto, não é apenas essa função que um sistema de gás em apartamento executa dentro do condomínio. Ele também pode ser utilizado no aquecimento de água, aquecimento interno do imóvel, máquina de lavar louça a gás, secadoras de roupas a gás, para acender churrasqueiras que utilizem esse sistema, entre outros.

Vantagens do sistema de gás em apartamento

homem instalando sistema de gás

Para que uma construtora opte por escolher o sistema de gás em apartamento, principalmente no modelo de distribuição coletiva, é necessário que ele ofereça vantagens, tanto para a empresa que constrói o edifício, como para os moradores que por ventura se mudarão para os imóveis.

Nesse sentido, vale destacar que, primeiramente, o sistema é vantajoso para as empreiteiras justamente por atrair o interesse das pessoas na compra ou locação dos apartamentos, principalmente aqueles que buscam mais conforto e corte de custos no dia a dia. 

Já para os moradores, a primeira vantagem é justamente a economia. Por ter medidores individuais, os moradores do apartamento só pagam aquilo que eles consomem do sistema de gás em apartamento. 

Ou seja, é possível fazer um racionamento adequado para que os custos com o gás diminuam. Com a alta nos preços dos produtos derivados do petróleo, incluindo o gás de cozinha, essa economia se torna bastante vantajosa.

Além disso, outro benefício importante é em relação ao seu funcionamento. A distribuição ocorre durante 24h por dia, ou seja, você nunca fica na mão quando reside em um condomínio que possui um sistema de gás em apartamento. 

Essa situação é comum em residências que utilizam cilindros ou botijões de gás, que podem acabar depois de um certo período de tempo. Infelizmente, nem sempre é possível repor o botijão com a rapidez desejada e, dessa maneira, o botijão vazio pode ser um problema importante em determinados momentos.

Por fim, o sistema de gás em apartamento pode proporcionar um certo conforto a mais para os condôminos: o gás canalizado esquenta mais que sistemas elétricos no caso de aquecimento de água. Ou seja, essencialmente no inverno (frio) você recebe água ainda mais quente, tanto nos chuveiros como nas torneiras, trazendo mais comodidade para o dia a dia.

Lei de gás encanado em condomínios

como funciona sistema de gás em apartamento

É fundamental se atentar às leis relacionadas ao gás encanado em condomínios, entendendo quais são as responsabilidades das empresas que administram o condomínio e das que instalam o sistema de gás em apartamento, de acordo com as leis vigentes. Caso encontre alguma irregularidade nessas questões, é importante tomar ações que visam proteger o condomínio e as pessoas que moram nele. 

Primeiramente, a instalação do sistema de gás canalizado precisa estar de acordo com as regras da ABNT, através da norma NBR 15.526 de 2007, que propõe requisitos mínimos para a instalação e a execução da distribuição de gás canalizado nesses espaços.

 Ainda, é necessário que seja feita uma vistoria e testes para verificar o funcionamento do sistema. Após a vistoria, é obtido o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), laudo que atesta que o sistema está em perfeito estado, pronto para uso.

Dessa maneira, as responsabilidades em relação aos cuidados fundamentais com a tubulação e as instalações de gás no prédio e nos apartamentos são exclusivas da empresa responsável pelo condomínio. A administradora deve ter contato próximo com a empresa que distribui o gás para garantir a manutenção adequada e as ações cabíveis em qualquer sinal de vazamento dentro do sistema. 

Por fim, ainda existem regras e normas que podem ser estabelecidas em cada município. Na cidade de São Paulo, por exemplo, o decreto nº 24.714, de 1987 proíbe a instalação de botijões ou cilindros de gás nos apartamentos que possuem sistema de gás canalizado. 

Cuidados que devem ser tomados com o sistema de gás em apartamento 

Apesar de ser um sistema econômico, cômodo e eficiente, existem alguns riscos que envolvem o sistema de gás em apartamento, principalmente por se tratar de um item altamente inflamável e potencialmente tóxico.

Dessa maneira, todo cuidado é pouco. O vazamento de gás pode gerar explosões que afetam todo o condomínio, podendo gerar sérios riscos à saúde dos condôminos. Além disso, caso haja vazamento, e os equipamentos do sistema estejam comprometidos, isso pode intoxicar severamente os moradores, causando, inclusive, mortes.

Portanto, é fundamental e obrigatório que os responsáveis pela administração do empreendimento, juntamente com a empresa que oferece a distribuição do gás canalizado, realizem a manutenção adequada do sistema. 

Verificar se os equipamentos estão funcionando da maneira certa, se não existe desencaixe entre os componentes e, essencialmente, se há algum tipo de vazamento, é essencial para garantir a segurança de todas as pessoas que residem ou trabalham no edifício. 

Conclusão

Como vimos, o sistema de gás em apartamento é algo cada vez mais comum, principalmente em novos empreendimentos. Apesar das diversas vantagens que ele oferece, é fundamental que as instalações sejam seguras e bem administradas, recebendo manutenção constante. Gostou e está pensando em se mudar para um apartamento que possua esse sistema? Nesse caso, a Noli pode te ajudar a realizar a sua mudança de forma prática e mais econômica, com profissionais extremamente capacitados, transparência durante a mudança e segurança garantida para os seus móveis e bens materiais mais preciosos que estarão empacotados. 

Índice do Conteúdo

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.