Roupeiro para mudança: uma alternativa para transportar roupas

A mudança residencial é um momento de grande expectativa que, na maioria das vezes, simboliza o início de uma nova fase da vida. São necessárias uma série de precauções para que cada passo desse processo ocorra sem adversidades. Um dos cuidados principais é garantir que os seus pertences estejam devidamente embalados e sejam transportados de maneira que não se danifiquem.

É muito comum pensar que os móveis maiores ou os itens mais frágeis como louças e vidros deverão ser a sua prioridade na hora de preparar a mudança. Realmente, esses objetos merecem atenção especial, porém uma categoria que costuma ser deixada de lado até a última hora é a das roupas. Isso não deveria acontecer, pois, se não forem armazenadas corretamente, elas podem amassar, esticar, rasgar ou mesmo molhar.

Para resolver as possíveis dúvidas nessa parte, reunimos algumas sugestões sobre os melhores jeitos de embalar e transportar as roupas, seja as colocando em malas, caixas, ou, inclusive, conseguindo um roupeiro para mudança. Confira na sequência:

Separe as roupas

embalar roupas para mudança

O primeiro passo é esvaziar todas as gavetas e armários e começar a separar as roupas. Antes de qualquer coisa, aproveite a oportunidade para praticar o desapego. Coloque em uma sacola ou em uma caixa de papelão todas as peças que não usa mais. Entre elas, selecione as que estão em um estado suficientemente bom para serem doadas. Desse modo, além de liberar espaço e facilitar o transporte, você estará fazendo uma boa ação.  

Agora, sobraram apenas aquelas roupas que você vai levar para a casa nova. Talvez possa parecer instintivo simplesmente colocar todas elas juntas, porém, você perceberá que criar categorias irá simplificar muito na hora de organizar posteriormente

Uma das possibilidades é fazer a separação de acordo com as estações do ano. Portanto, comece com o inverno e selecione todas as blusas de frio, casacos, calças, suéteres, moletons, toucas, etc. Em seguida, faça o mesmo com as roupas que você costuma usar no calor: camisetas, regatas, vestidos, bermudas, saias, entre outros. Por fim, deixe em outra embalagem as peças menores, como roupas íntimas, meias e outros acessórios.

Uma boa maneira de guardar as roupas é colocando em malas de viagem. Geralmente, isso é válido para a maioria das peças. Já no caso de alguns tipos de roupa mais delicados, como você verá mais adiante no artigo, talvez compense alugar um roupeiro para mudança. Usar caixas de papelão para armazenar pode funcionar, porém o revestimento interno das malas oferece uma proteção maior, além de seu uso facilitar o carregamento. 

Não se esqueça de identificar cada mala ou caixa com uma etiqueta ou com uma caneta para agilizar o processo de organização pós-mudança. Ainda outra sugestão é, antes de embalar todos os itens, se certificar de deixar algumas trocas de roupas em um lugar de fácil acesso para você usar até que a mudança se conclua.

Utilize sacos a vácuo

colocar roupas na mala

Liberar espaço na hora da mudança é muito importante para economizar nos gastos do transporte. Um jeito eficiente de fazer isso é usar sacos a vácuo para armazenar roupas e tecidos mais volumosos, como cobertores e roupas de cama.

Para fazer isso, primeiramente, dobre o tecido e coloque-o dentro do saco plástico. Feche o zíper e conecte a bomba de ar no local indicado. Pressione a alavanca repetidamente até que saia todo o ar de dentro do saco. Por fim, tire a bomba e rosqueie a tampa para impedir que o ar externo entre.

Além de otimizar o espaço da carga, isso protege as roupas contra a umidade e a poeira. Ao colocar os sacos a vácuo nas caixas ou malas, fique atento para não sobrecarregar as embalagens com peso em excesso.

Use um roupeiro para mudança

roupeiros

Apesar de grande parte das roupas poderem ser colocadas em malas de viagens, existem algumas peças que podem se prejudicar ao ficarem dobradas e, por isso, devem ser penduradas. Tudo depende do tipo de tecido. Os materiais mais delicados são: linho, brim, jeans, viscose, seda, cetim e couro.

Além do material, você também deve se atentar ao tipo de roupa. Por exemplo, no caso das camisas, paletós, jaquetas e blazers, o ideal é mantê-las em cabides largos para que se mantenha as linhas laterais e dos ombros da peça. O mesmo vale para a maioria das calças, vestidos e saias.

É por causa dessas restrições que o melhor jeito de transportar as roupas é solicitando um roupeiro para mudança. Essa estrutura, que é geralmente feita de papelão ou plástico, possui uma barra que possibilita pendurar todas as peças mais sensíveis. Desse modo, é possível passar diretamente as roupas penduradas no seu guarda-roupa para o roupeiro, nem sequer precisando tirá-las dos cabides. Além disso, por ser uma estrutura leve, o roupeiro para mudança pode ser carregado sem grandes problemas até o caminhão e, finalmente, até o novo imóvel. Chegando lá, basta abri-lo e facilmente transferir as peças. 

Para conseguir um roupeiro para mudança você pode ou comprar em uma loja especializada ou pedir um na hora de combinar os detalhes com a transportadora. Dê preferência à segunda opção, pois pode sair mais barato, principalmente, pelo fato de que você o usará poucas vezes.

Se você estiver na Região Metropolitana de São Paulo, o jeito mais prático de garantir a segurança de suas roupas é por meio do aplicativo da Noli, disponível para Android e iOS. Através dessa ferramenta, você poderá listar todos os pertences que serão levados, indicando quaisquer particularidades ou se deseja algum serviço extra, como, por exemplo, um roupeiro. Você pode, inclusive, solicitar que o processo de embalagem seja feito por profissionais, para evitar qualquer dor de cabeça no processo. Em seguida, o aplicativo seleciona vários motoristas capazes de atender seus pedidos, calculando automaticamente o orçamento de forma transparente, com um preço justo e sem surpresas na hora do pagamento.

Nos siga nas redes sociais para ficar por dentro dos novos conteúdos e dicas da Noli.

Índice do Conteúdo

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *