5 dicas para quem vai fazer mudança internacional

Fazer uma mudança residencial nunca é fácil. Por envolver uma série de detalhes, esse é um acontecimento que exige muito planejamento. No caso de uma mudança internacional, o processo fica ainda mais trabalhoso e burocrático, sem falar no preço elevado. Se você está pensando em se mudar para outro país e não sabe muito bem por onde começar, preparamos este artigo para você.

Confira a seguir um passo a passo com algumas sugestões para simplificar todo o processo.

Prepare a mudança internacional

organizando mudança internacional

Não importa se a mudança será para um outro bairro, cidade ou país: o primeiro passo sempre é organizar bem os pertences que serão levados para a nova casa.

Primeiramente, consiga todos os materiais que serão necessários para a embalagem dos seus pertences. Entre os principais estão as caixas de papelão, a fita adesiva, o plástico bolha, o papelão ondulado, etiquetas de identificação, entre outros. Existem empresas que podem fornecer todo o material necessário, porém, a maioria pode ser encontrada em papelarias e lojas de material de construção.

Com os materiais em mãos é hora de começar a empacotar os seus itens. Uma boa estratégia é separar os itens de acordo com os cômodos. Por exemplo, em uma caixa coloque talheres e utensílios de cozinha, em outra, coloque roupas e acessórios.

Outro ponto indispensável para qualquer mudança é a identificação. Portanto, não se esqueça de pôr em cada caixa uma etiqueta, descrevendo qual a natureza dos itens armazenados. 

No caso de uma mudança internacional, existe um diferencial: para despachar os seus pertences, será necessário apresentar uma declaração de bens, detalhando o conteúdo de cada embalagem. Por isso, enquanto estiver colocando as etiquetas de identificação, certifique-se de enumerar todas as caixas, para que cada uma delas corresponda aos itens da relação de bens.

Vale reforçar que este inventário deve estar bem detalhado. Cada item deve estar quantificado e acompanhado de seu valor. No caso de equipamentos eletrônicos, deverão constar a marca, o modelo e o número de série.

Prepare toda a documentação

separe toda a documentação necessária

As mudanças internacionais costumam ser mais burocráticas que aquelas feitas dentro de um país, por isso, o processo exige uma série de documentos.

O item mais básico é um passaporte devidamente regulamentado, assim como um visto específico para uma estadia permanente. Vale lembrar que as exigências quanto a estes documentos varia muito de acordo com o país. Existem alguns países da América do Sul que, por pertencerem ao Mercosul, não exigem nem mesmo passaporte. Por outro lado, para morar nos Estados Unidos, será necessário emitir um visto temporário de trabalho ou até mesmo um visto permanente de imigração.

Além do passaporte, também serão requisitadas cópias autenticadas do seu CPF. Assim como cópias da passagem aérea, ou qualquer outro documento que comprove a sua saída do país.

Pensando na documentação específica para o processo de mudança internacional, você terá que ter em mãos algo que comprove o seu vínculo com o país em questão. Isso pode ser um contrato de trabalho ou um contrato de aluguel ou compra de imóvel no país de destino.

Procure ajuda profissional

contrato de serviço

Pelo fato da mudança internacional ser um processo complexo e burocrático, é indispensável contratar os serviços de profissionais para lhe auxiliarem. Os dois mais necessários serão o frete internacional e um despachante aduaneiro.

Primeiramente, a empresa responsável pelo frete internacional será aquela que organizará a exportação da bagagem desacompanhada, ou seja, os itens de mudança. Ela irá analisar o peso e volume da carga, assim como a distância do trajeto para poder calcular o valor do serviço e o prazo de entrega.

Já o despachante aduaneiro se encarrega de todo o procedimento de liberação dos seus pertences na alfândega do país destinatário. Ele tem a permissão de lhe representar na maioria das operações relacionadas à importação e exportação de bens, o que torna o processo bem mais simples para o contratante.

Quanto custa uma mudança internacional? 

custo de mudança internacional

Existem vários fatores a serem considerados para calcular o valor do transporte de bens para um país estrangeiro. Entre as principais variáveis estão o peso e volume dos seus itens, a distância entre o ponto de origem e o destino do translado e a modalidade de envio, isto é, se será feito por via aérea ou marítima.

Vale lembrar que o transporte através de aeronaves pode ser mais rápido, porém possui geralmente um limite de peso de 600 kg. Por isso, ele costuma sair mais caro.

Apesar de demorar mais para que a carga chegue até o destino, o envio por meio de navios é mais acessível. Por exemplo, transportar um contêiner pequeno do Sudeste do Brasil até Portugal pode custar cerca de R$ 6.500.

No geral, a variação do valor total de uma mudança para outro país é muito grande. Afinal, além das taxas de envio dos bens, deverão ser contados os valores cobrados pelos profissionais envolvidos, além das taxas da documentação. Uma estimativa seria que os seus gastos poderiam ser de cerca de R$ 4.800 até mais de R$ 12.000.

O que você precisa desapegar para fazer sua mudança internacional

organizando itens para mudança

Infelizmente, não são todos os objetos que poderão ser levados em uma mudança internacional. Existem algumas categorias de itens que deverão ser deixadas para trás. Veículos, por exemplo, são proibidos. Isso inclui, motos, barcos, carros e qualquer máquina que funcione à base de um motor.

Outro item que até pode ser transportado, mas que pode não ser muito interessante por exigir um procedimento burocrático são as obras de arte. Por exemplo, para levar pinturas, desenhos e esculturas do Brasil para o exterior, deverão ser feitos registros individuais através do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

mapa

Como foi dito no primeiro item, a embalagem dos seus pertences é uma etapa muito importante para realizar qualquer tipo de mudança. Se você quer garantir que a embalagem seja feita do modo correto pode ser uma boa ideia contratar os serviços de uma transportadora local. Além disso, ela poderá levar os seus bens até a área de embarque internacional.

Se você mora na cidade de São Paulo, uma maneira eficiente de encontrar uma empresa desse tipo é acessar o aplicativo da Noli, disponível para Android e iOS. Ela recolhe as informações dos seus itens e lhe coloca em contato com empresas capazes de realizar a embalagem. Faça orçamentos de forma 100 % online e sem compromissos, baixe já o app da Noli!

Índice do Conteúdo

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.