Saiba como trabalhar com frete de mudanças residenciais

Hoje em dia, pode ser muito útil para um transportador entender sobre como trabalhar com frete de mudanças residenciais. Uma das práticas mais populares nesse ramo tem sido se tornar um motorista agregado, principalmente por causa das possibilidades trazidas pelas novas tecnologias, que simplificam o contato entre o transportador e os clientes. Antes de mais nada, entenda as diferenças entre trabalhar como motorista agregado, como autônomo e como funcionário:

Existem os motoristas autônomos, que, como já foi explicado em outro artigo, escolhem exercer a profissão por conta própria, definindo eles mesmos sua rotina de horários e qual serviço aceitar ou recusar. 

Outros preferem a estabilidade de se associar formalmente a uma empresa de mudanças, tornando-se um funcionário de carteira assinada. Nesse caso, a própria empresa fornece o veículo e cuida de sua manutenção, assim como define todas as especificidades do transporte.

O motorista agregado, portanto, seria um meio termo entre estas duas formas de como trabalhar com frete. Nesta modalidade, o transportador presta serviços a uma empresa como se fosse um empregado, mas tem a liberdade de aceitar outros trabalhos por ser dono de seu próprio veículo. E, diferentemente do autônomo, ele tem a garantia de que haverá um rendimento ao final do mês.

Uma das principais razões de um motorista agregado ter se tornado cada vez mais lucrativo é o surgimento de aplicativos de frete como o da Noli. Ao se tornar parceiro de uma dessas ferramentas, o motorista irá economizar na divulgação do seu trabalho e terá contato com um grande número de clientes, além de a plataforma selecionar os serviços especificamente adequados ao seu perfil.

Frete de mudanças residenciais

como trabalhar com frete residencial

Para quem está interessado em como trabalhar com frete de mudanças residenciais, é importante se inteirar das possibilidades da profissão. Antes de aceitar um serviço, é indispensável conhecer o tipo e as dimensões da carga para saber se o seu veículo será capaz de comportar os itens e se você tem as ferramentas adequadas para fazer o transporte com segurança. Além disso, ao estudar a carga previamente, você perceberá se ajudantes serão necessários para o carregamento e descarregamento, já que o serviço de frete inclui esta parte.

Também, é essencial que se estabeleça um limite máximo da distância que você estará disposto a percorrer. Normalmente, o motorista agregado faz transportes dentro de um município ou, no máximo, para cidades vizinhas. Mudanças que exigem viagens maiores podem não ser tão lucrativas e costumam ser feitas por empresas de transporte.

Outra dica para saber como trabalhar com frete é conhecer bem o local de origem e de destino da mudança, para poder planejar o transporte dos objetos.

Vale lembrar que a organização da carga, assim como a montagem e desmontagem de móveis, não costuma ser tarefa de quem faz o frete. Essa parte cabe ao cliente.

 O que precisa para trabalhar com frete?

sistema de geolocalização

Antes de começar a trabalhar com fretes é fundamental possuir todos os documentos necessários para exercer essa profissão. O item principal é uma carteira de motorista devidamente regularizada e adequada para o tipo do seu veículo. Se você possui uma pick-up, uma caminhonete ou um caminhão que não exceda 3,5 toneladas de peso bruto total, a CNH de categoria B é suficiente. Caso você deseje trabalhar com um caminhão maior, com mais de 3,5 toneladas, será preciso emitir uma CNH de categoria C.

Além da carteira de motorista, o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC) é um documento obrigatório para trabalhar com o transporte remunerado de carga. Antes da pandemia, o processo deveria ser efetuado presencialmente em algum ponto de atendimento da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Porém, desde junho de 2020, é possível fazer todo o cadastro de forma gratuita e remota. Vale lembrar que para obter o RNTRC, o motorista deverá ser aprovado em uma prova aplicada pelo Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT). 

Outro item importante que o motorista deve ter é um celular com acesso a internet para poder se comunicar com o cliente. Não só isso, mas um navegador GPS também é indispensável para encontrar a melhor rota para cada viagem. Caso o GPS não exerça esta função, é recomendável instalar um sistema de rastreamento no seu veículo para que o cliente possa acompanhar a carga além de permitir a localização do carro em casos de furto.

Por que agregar seu caminhão na Noli? 

motorista carregando caminhão

Depois de aprender sobre algumas sugestões básicas de como trabalhar com frete, chegou a hora de entrar no mercado. Se você for da Região Metropolitana de São Paulo, uma ótima forma para começar é agregar o seu veículo de carga no aplicativo da Noli, disponível para Android. Assim que você se cadastrar gratuitamente, informando as especificidades do seu carro, os tipos de serviços que realiza e os valores, você estará exposto às ofertas de trabalho de vários usuários.

Através do aplicativo, você poderá analisar as informações de cada serviço que se encaixa no perfil cadastrado e decidir se gostaria de aceitar ou não. Ou seja, você terá acesso prévio ao local de origem e destino, às exigências específicas do cliente, a uma lista dos objetos a serem transportados, ao tipo de imóvel e ao valor do transporte. O aplicativo também direciona os dados dos endereços diretamente ao Google Maps ou ao Waze para facilitar a roteirização do trajeto.

Além disso, pensando na segurança do motorista, a Noli estará monitorando todo o procedimento, colocando à sua disposição um canal de comunicação para que qualquer imprevisto possa ser resolvido na hora. Por fim, o aplicativo permite ainda que o transportador possa conferir os serviços anteriores através do histórico.

Se você está pensando sobre como trabalhar com frete da melhor forma, considere se tornar um motorista agregado. Ultimamente, muitas empresas passaram a contratar profissionais dessa modalidade para a realização de transportes pela sua flexibilidade e por não terem que cuidar da manutenção e compra dos veículos. E depois, por causa de ferramentas digitais como o aplicativo da Noli, trabalhar com frete de mudanças residenciais sem vínculo empregatício se tornou ainda mais fácil e seguro.

Índice do Conteúdo

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *