Agregamento de caminhão: vantagens e desvantagens

Além das modalidades de trabalho autônomo e funcionário com registro CLT, existem os agregados que fazem o agregamento de caminhão, profissionais que trabalham com frete e dependem de uma parceria com uma empresa, mesmo sem possuir vínculos empregatícios.

Este tipo de profissional cresce a partir de uma demanda de grandes e pequenas empresas, para suprir a agenda de fretes. E com as plataformas de frete, a relação de independência aumenta.

Diferente do profissional registrado, o motorista autônomo que opta pelo agregamento de caminhão ainda trabalha com o seu veículo e assume total responsabilidade sobre ele. 

Neste artigo falaremos das vantagens e desvantagens do agregamento de caminhão: 

O que é agregamento de caminhão?

agregamento de caminhão - caminhões em parada

O agregamento de caminhão é a união de um motorista autônomo com uma empresa, porém, sem vínculos empregatícios. Desta forma, o motorista pode prestar serviços com certa regularidade, de acordo com as necessidades da empresa, mas não é um funcionário fixo.

Empresas grandes costumam contar com os agregados quando há entregas pontuais a serem feitas, mas não dispõem dos veículos da própria frota, por estarem em circulação ou manutenção. Já as menores, muitas vezes têm uma equipe de logística reduzida, ou nenhuma.

Casos em que empresas agregam os seus caminhões são menos comuns, mas ainda existem, visto que o veículo não pode ficar parado, gerando despesas ao invés de trazer lucros.

A negociação entre o motorista e a empresa se difere do serviço autônomo, por que o número de entregas é regular. Você sabe que receberá ao fim do mês e não precisa se preocupar em procurar clientes o tempo todo. Enquanto o autônomo faz entregas esporádicas.

Um motorista autônomo pode agregar com uma empresa, desde que possua um veículo com documentação em dia, em bom estado, rastreador, seguro e, em alguns casos, certificações especiais e equipamentos de proteção.

Vantagens do agregamento de caminhão

carteira representando os ganhos

Nem sempre os motoristas autônomos têm uma oferta de fretes que satisfaça as suas necessidades, por isso, agregar-se a uma empresa de transportes pode ser uma ótima solução, caso não possua uma renda fixa, ou faça entregas esporadicamente.

O agregamento de caminhão é recorrente em empresas que precisam preencher o seu cronograma de entregas, mas não dispõem de caminhões, ou estes estão ausentes pelo excesso de entregas. Desta forma, o motorista sabe que poderá contar com uma renda extra ao fechar um contrato com diversas viagens. 

Manter o veículo em circulação e ganhar diariamente é uma estratégia interessante, até para quem é dono do caminhão, pois há segurança e uma rotina que facilita o trabalho, ao contrário dos autônomos, que precisam procurar por clientes constantemente para se manterem ativos no mercado.

Apesar de receber quantias maiores em viagens independentes, o motorista autônomo sofre ao encontrar viagens que preencham o mês e somem o mesmo valor que um agregado. A dificuldade para quem não quer agregar é encontrar clientes que fechem um conjunto de entregas, ou até mesmo promover o seu serviço, o que demanda experiência, indicações e uma demanda alta pelo tipo de veículo.

Desvantagens do agregamento de caminhão

agregamento de caminhão - caminhão vermelho em rodovia

Nem todos os motoristas se interessam pela rotina e as entregas constantes do agregamento de caminhão. Alguns preferem trabalhar com autonomia e outros, como funcionários fixos em transportadoras.

As desvantagens de um agregado, para quem se interessa por uma liberdade maior, é não poder escolher todas as entregas que fará, os locais para onde viajará e quais tipos de carga transportará.

Em comparação com os funcionários de transportadoras, os agregados não possuem direitos trabalhistas. O seu contrato se resume ao pagamento e algumas garantias de segurança do caminhão, referente à carga. 

Desta forma, precisa arcar com a manutenção do veículo e o seu desgaste, além de não possuir benefícios como plano de saúde, décimo terceiro salário, férias remuneradas, vale-transporte, vale refeição, entre outras coisas. 

Saiba como agregar o seu caminhão na Noli

agregamento de caminhão - homem fazendo entrega

O aplicativo da Noli é uma plataforma que une motoristas de caminhão autônomos aos seus clientes, permitindo-os escolher os serviços que se encaixam melhor ao seu perfil, com um cadastro simples e ferramentas que facilitam o seu trabalho. 

Primeiro, o motorista faz o cadastro para o agregamento de caminhão, com informações sobre o seu veículo, as licenças para conduzi-lo, documentação e faz um check in, para que o aplicativo procure por serviços na sua região.

Do outro lado haverão pessoas procurando por fretes para mudanças. Elas também preencherão algumas informações antes de receber um orçamento, como o ponto de partida da viagem, seu destino, tipo de carga a ser transportada, volume, data, horário e quais serviços adicionais vai precisar, desde embaladores até carregadores.

Feito isso, o app fará um orçamento ao cliente e mostrará o frete aos motoristas que possuem veículos adequados, naquela região. 

Um diferencial do agregamento de caminhão oferecido pela empresa é a possibilidade de escolher quais viagens fará, o que é comparável à liberdade de um profissional autônomo, que muitas vezes não têm uma plataforma que facilite o contato com os clientes da mesma forma que a Noli faz.

Além disso, o serviço do caminhoneiro é acompanhado de um suporte de toda a equipe da Noli, que conta com profissionais da mudança, caixas alugáveis que facilitam o manuseio e a organização do baú, além de proporcionar uma experiência completa e mais agradável aos usuários. 

Conclusão 

Agregar ou não é uma escolha que dependerá do tipo de profissional que você quer ser. As duas opções possuem vantagens e desvantagens, com características similares em alguns pontos e diferenças gritantes em outras.

Um profissional autônomo, por exemplo, buscará os fretes por conta própria, muitas vezes em postos de combustível, pontos estratégicos de rodovias e ferramentas de anúncio de frete. Ele possui mais liberdade e com isso, uma flexibilidade maior, tratando das viagens que pode escolher ou não. 

Porém, esta independência pode custar a efetividade com que este profissional trabalha, sem o suporte de uma empresa ao seu lado. Enquanto o transportador agregado ainda experimenta uma liberdade, mesmo que menor, sem perder a regularidade dos seus serviços.

A estrutura que as empresas oferecem ao agregado também é um diferencial, com um planejamento de viagens feito por profissionais de logística, paletes, empilhadeiras, carregadores e docas que facilitam o carregamento e aceleram o processo de transporte.

No caso da Noli, esta estrutura envolve mais a praticidade da plataforma do que uma estrutura física. O que ainda é uma vantagem, pois poupa o tempo que o motorista perderia prospectando clientes e permite que ele faça mais viagens, com o poder de decisão de um autônomo.

Nos siga nas redes sociais para ficar por dentro dos novos conteúdos e dicas da Noli.

Índice do Conteúdo

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *