Mudar de residência nunca é fácil. Separar móveis e objetos que irão para a nova casa dos que não irão, não é uma tarefa das mais legais de se fazer. Por isso criamos este artigo com dicas para facilitar sua mudança e transportar seus itens de forma tranquila e sem dor de cabeça.

6 dicas para facilitar a sua mudança

1 – Separe os tecidos

Guarde roupas, tecidos, toalhas, panos, cobertores, lençóis e travesseiros naqueles sacos grandes de cor azul, preta ou branca que vendem nos supermercados. Assim, os transportadores poderão colocá-los para preencher espaços vazios dentro dos armários e em cima dos móveis no caminhão e não ocuparão tanto espaço.

2 – Encaixote

Coloque em caixas todos os objetos menores de maneira bem organizada, desde os itens de cozinha até a decoração. Coloque ou embrulhe vidros e porcelanas com jornal. Tenha a certeza de que o fundo está bem fechado e preencha o que sobrar da caixa com toalhas ou jornais. Dessa forma, os objetos não ficarão se movendo durante o trajeto. Uma dica é escrever com canetinha a palavra FRÁGIL ou CUIDADO na tampa para que não seja colocado nada pesado em cima.

Ah! Não compre caixas! Elas são (muito) caras! Você encontrará de graça em mercados, centros de reciclagens e lojas de autopeças e concessionárias de carros.

3 – Proteja seus móveis

Coloque um lençol velho em sua cama e guarde os pés em um saco plástico. Isso conservará a sua cama evitando qualquer atrito ou raspagem. Além disso, proteja as quinas de seus móveis de madeira ou de vidro com jornal e fita adesiva, evitando quaisquer “lasquinhas”. Uma boa dica é colocar esses itens com cobertas grossas ou plástico bolha para não ter riscos ou danos.

4 – Separe uma caixa com itens pessoais

No meio da confusão da mudança, fica mais fácil se souber onde procurar algo que certamente irá precisar. Coloque em uma caixa algumas roupas, itens de higiene pessoal, remédios e alguns alimentos. Será de grande utilidade na primeira noite na nova casa.

5 – Cuidado com o sofá

Parece que não, mas o sofá é o maior causador de problemas em uma mudança. Ele ocupa bastante espaço no caminhão, geralmente não pode ir de pé, não se pode colocar nada pesado em cima, possui diversos formatos, não são facilmente desmontáveis, mal cabem no elevador e qualquer atrito pode rasgá-lo. Se ele tiver capa, ótimo! Caso não tenha, peça ao transportador para ele ser um dos primeiros itens a ser carregado. Se possível, envie uma foto do sofá para o transportador para ir se preparando (psicologicamente).

6 – Não aceite o lance mais baixo do leilão

Economizar é importante, com certeza! E o preço baixo do serviço não significa necessariamente que o serviço não será bom da mesma forma que o mais caro pode não ser excelente. Mas dificilmente um transportador que tenha experiência, cuidado e que mantenha seu veículo sempre bem ajustado conseguirá reduzir o seu valor até certo ponto. Pense que você estará carregando toda a sua história de vida até aquele momento de um lugar para outro.

 

Pechinche! Peça um desconto. Veja qual é o seu orçamento. Mas não utilize apenas o critério PREÇO para definir quem contratará. Pesquise, solicite orçamentos e peça referências. Afinal, se precisasse de um advogado ou médico, você contrataria o mais barato?